O OI desenvolve ações de formação media training em programas à medida, com foco no conhecimento dos fundamentos do jornalismo e nos modos de funcionamento dos jornalistas. Visam desenvolver ferramentas para boa comunicação e apurar o relacionamento com as especificidades dos media: imprensa escrita, rádio, televisão e internet.

Modelos base dos programas media training do OI:

FORMAÇÃO EM MEDIA TRAINING E E INTERVENÇÃO PÚBLICA

 

OBJETIVO GERAL

Reforçar as competências do destinatário nas áreas de intervenção em público, produção de declarações e concessão de entrevistas aos media (TV, rádio e imprensa) através de uma formação teórica curta e exercícios práticos (simulações, visionamento, auto-avaliação, avaliação e recomendações).

MÓDULOS

I. SENSIBILIZAÇÃO PARA A REALIDADE DOS MEDIA EM PORTUGAL

Compreender o sistema de funcionamento dos media, as suas finalidades e os seus métodos de recolha de informação, assim como a forma como fixam a sua agenda. Perceber os valores que prosseguem, se são influenciáveis e que tipo de influência possuem. Sua interação como as redes sociais.

II. ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO: COMO CRIAR REDES

Compreender o ciclo da notícia, a estrutura e funcionamento das redações, o conhecimento dos interlocutores. Saber para quem se fala e como se fala, como manter um fluxo de comunicação regular. A comunicação de contingência.

III. COMUNICAÇÃO DE CRISE

Detetar as situações delicadas ou as crises que podem instabilizar. Dominar as técnicas de comunicação para as enfrentar e limitar o seu impacto sobre a instituição.

III. ESTRUTURAR A ESCRITA. REDIGIR E ENVIAR NOTAS DE IMPRENSA. ORGANIZAR CONFERÊNCIAS DE IMPRENSA

Adquirir as regras de escrita focada na construção de notas ou comunicados de imprensa com clareza e impacto. Metodologia para estruturar e redigir as comunicações. Definir com precisão o objetivo da comunicação e estruturá-la com eficácia.

IV. RESPONDER ORALMENTE A SOLICITAÇÕES DE JORNALISTAS (“DECLARAÇÃO AOS MEDIA”)

Transmitir com eficiência a mensagem adequada.

V. COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO ORAL

Ajudar a controlar a comunicação verbal e não-verbal, de forma a desenvolver uma “exposição verbal” dinâmica e persuasiva; captar e manter a atenção do público durante uma apresentação; controlar a voz, a respiração e a gestualidade; desenvolver competências como orador, face a públicos e a uma câmara de televisão.

VI. A ENTREVISTA (PREPARAÇÃO PARA ENTREVISTAS POR JORNALISTAS)

Adquirir as regras e técnicas de base para as entrevistas de modo a conceber uma mensagem eficaz, precisa, clara e concisa. Descodificar um conjunto vasto de informações e selecionar o que é mais pertinente.

Entrevistas e declarações às rádios

Entrevistas e declarações às televisões

Escuta, visionamento e análise crítica das entrevistas gravadas

VII. FALAR EM PÚBLICO

Dominar as principais técnicas de expressão oral de modo a comunicar com confiança. Técnicas de voz e de postura para diferentes contextos.

FORMAÇÃO EM MEDIA TRAINING E FALAR EM PÚBLICO

 

OBJETIVO GERAL

Reforçar as competências dos destinatários nas áreas de intervenção em público, produção de declarações e concessão de entrevistas aos media (TV, rádio e imprensa) através de uma formação teórica curta e exercícios práticos (simulações, visionamento, autoavaliação, avaliação e recomendações).

MÓDULOS

I. CONSTRUIR CAPITAL DE SIMPATIA/EFICÁCIA MEDIÁTICA

Story e visual telling; Dimensão não verbal da comunicação. Body language. Linguagem corporal, linguagem do rosto, linguagem dos gestos. Eye contact; Ocupar o espaço, dominá-lo, impor-se de modo positivo;Ginástica vocal. Ser ouvido para ser escutado. Conhecer a forma de respirar e de articular; Aperfeiçoar a prosódia; Gerir os silêncio

II. SPEECH COACHING

Expor, argumentar, convencer; Gramática narrativa; Passar da exposição técnica ao contar de uma história; Comunicação estratégica substantiva; Desenvolver o carisma, reforçar o impacto vocal.

III. SABER USAR O MICROFONE, O ECRÃ E O ESPAÇO. PRÁTICA DE ESTÚDIO

Afinar o alvo: dizer o quê e para quem? Straight to the point; Hierarquizar a mensagem: o que é que interessa dizer a este auditório; Organizar o guião para discurso (apresentação) no tempo mais eficaz; Economia no uso da palavra. Dizer tudo do modo mais simples. Escolher as palavras certas e os bons exemplos. Passar da linguagem escrita à linguagem oral; A arte do improviso; Construir uma mensagem eficaz a ser escutada durante um período controlado, muito curto, de tempo; Cumplicidade com o ouvinte; Saber dar a ver; A importância da postura e do tom na voz; Convencer em dois minutos. Definir com precisão o que há para dizer; Escutar e suscitar empatia. Mostrar diplomacia frente à agressividade. Defender com calma as suas posições; Afirmação clara do entrevistado.

FORMAÇÃO EM MEDIA TRAINING E E INTERVENÇÃO PÚBLICA

 

OBJETIVO GERAL

Reforçar as competências do destinatário nas áreas de intervenção em público, produção de declarações e concessão de entrevistas aos media (TV, rádio e imprensa) através de uma formação teórica curta e exercícios práticos (simulações, visionamento, auto-avaliação, avaliação e recomendações).

MÓDULOS

I. SENSIBILIZAÇÃO PARA A REALIDADE DOS MEDIA EM PORTUGAL

Compreender o sistema de funcionamento dos media, as suas finalidades e os seus métodos de recolha de informação, assim como a forma como fixam a sua agenda. Perceber os valores que prosseguem, se são influenciáveis e que tipo de influência possuem. Sua interação como as redes sociais.

II. ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO: COMO CRIAR REDES

Compreender o ciclo da notícia, a estrutura e funcionamento das redações, o conhecimento dos interlocutores. Saber para quem se fala e como se fala, como manter um fluxo de comunicação regular. A comunicação de contingência.

III. COMUNICAÇÃO DE CRISE

Detetar as situações delicadas ou as crises que podem instabilizar. Dominar as técnicas de comunicação para as enfrentar e limitar o seu impacto sobre a instituição.

III. ESTRUTURAR A ESCRITA. REDIGIR E ENVIAR NOTAS DE IMPRENSA. ORGANIZAR CONFERÊNCIAS DE IMPRENSA

Adquirir as regras de escrita focada na construção de notas ou comunicados de imprensa com clareza e impacto. Metodologia para estruturar e redigir as comunicações. Definir com precisão o objetivo da comunicação e estruturá-la com eficácia.

IV. RESPONDER ORALMENTE A SOLICITAÇÕES DE JORNALISTAS (“DECLARAÇÃO AOS MEDIA”)

Transmitir com eficiência a mensagem adequada.

V. COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO ORAL

Ajudar a controlar a comunicação verbal e não-verbal, de forma a desenvolver uma “exposição verbal” dinâmica e persuasiva; captar e manter a atenção do público durante uma apresentação; controlar a voz, a respiração e a gestualidade; desenvolver competências como orador, face a públicos e a uma câmara de televisão.

VI. A ENTREVISTA (PREPARAÇÃO PARA ENTREVISTAS POR JORNALISTAS)

Adquirir as regras e técnicas de base para as entrevistas de modo a conceber uma mensagem eficaz, precisa, clara e concisa. Descodificar um conjunto vasto de informações e selecionar o que é mais pertinente.

Entrevistas e declarações às rádios

Entrevistas e declarações às televisões

Escuta, visionamento e análise crítica das entrevistas gravadas

VII. FALAR EM PÚBLICO

Dominar as principais técnicas de expressão oral de modo a comunicar com confiança. Técnicas de voz e de postura para diferentes contextos.

© Observatório da Imprensa. Todos os direitos reservados