CONFERÊNCIAS PARA JORNALISTAS

 

Estas conferências, para as quais costumam ser convidadas figuras de destaque ao nível da administração pública ou do setor empresarial, são realizadas à porta fechada, em regime off-the-record, para background dos jornalistas participantes, só podendo uma declaração de um interveniente ser publicada mediante o seu consentimento, solicitado caso a caso (a chamada regra de Chatham House). 

Conferências realizadas:

A BANCA À LUPA: SITUAÇÃO E PERSPETIVAS DO SECTOR FINANCEIRO PORTUGUÊS (2017)

A ESPIRAL BANCÁRIA (2016)

A SAÚDE NOS MEDIA: O RIGOR DA NOTÍCIA (2014)

CONCILIAR AUSTERIDADE E ESTADO SOCIAL (2014)

DAR A VOLTA AOS TRANSPORTES (2013)

ORÇAMENTO DA SAÚDE: RACIONAMENTO OU RACIONALIZAÇÃO? (2013)

TERAPIAS PARA A SAÚDE (2013)

O EURO NA HORA DA VERDADE (2013)

A SAÚDE NOS MEDIA: O RIGOR DA NOTÍCIA (2012)

ORÇAMENTO DA SAÚDE: RACIONAMENTO OU RACIONALIZAÇÃO? (2012)

AVALIAÇÃO DA TROIKA (2012)

ESTRATÉGIAS ENERGÉTICAS PARA PORTUGAL (2012)

SAÚDE: ACESSO E QUALIDADE (2012)

EDUCAÇÃO: + COM – = ? (2012)

A PRESCRIÇÃO DA JUSTIÇA (2012)

EM BUSCA DE UM PAÍS VIÁVEL (2012)

A ÁGUA E O PÃO NOSSOS DE CADA DIA (2012)

DIAGNÓSTICO FINANCEIRO DO SECTOR SAÚDE – QUAL O CUSTO DO SNS QUE OS CONTRIBUINTES PODEM SUPORTAR?” (2012)

RELAÇÕES EUROPA/AMÉRICA: VEJA AS DIFERENÇAS (2011)

PERSPECTIVAS DA BANCA PORTUGUESA – OS OLHARES DO SUPERVISOR E DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS APÓS OS TESTES DE STRESSE (2011)

PORTUGAL-EUROPA (2010)

 

SEMINÁRIOS

 

Seminários realizados:

LEIS DE DIFAMAÇÃO EM PORTUGAL: ESTRATÉGIAS DE DEFESA PARA JORNALISTAS E ADVOGADOS (2015) – Seminário realizado em parceria com o International Press Institute(IPI), dedicado à discussão dos limites da liberdade de expressão perante o direito à proteção do bom nome e da reputação de pessoas, instituições e entidades coletivas, de acordo com as normas e convenções internacionais. Análise de alguns dos principais conceitos relacionados com a salvaguarda dos media perante o eventual abuso das leis de difamação, entre os quais a proteção do discurso político e a liberdade de opinião dos cidadãos, assim como o papel do regulador da comunicação social. Também no programa a avaliação da evolução e a situação atual das leis sobre a defesa da honra e debate sobre as suas eventuais consequências para a liberdade de informação

PORTUGAL E A EUROPA: A PRÓXIMA DÉCADA (2010) – Este seminário, organizado pelo OI em parceria com a Representação da Comissão Europeia em Portugal, destinou-se ao aperfeiçoamento profissional de 18 jornalistas nas matérias relacionadas com a crise económica e financeira iniciada em 2008.

A MEDICINA E OS MÉDIA (2008) – Seminário para médicos com foco na relação entre jornalistas e clínicos (nomeadamente aqueles a quem mais cabe comunicar com a opinião pública).

COMO ENFRENTAR A REVOLUÇÃO DIGITAL – O FUTURO DOS JORNAIS DE PAPEL (2007) – Seminário dedicado a profissionais da Sojormedia. Temário: Os desafios da imprensa escrita no tempo da segunda geração da Web; Para que precisamos de jornalistas?”

A SAÚDE NOS MEDIA – QUANDO A NOTÍCIA NOS BATE À PORTA (2006) – O seminário destinou-se a médicos, em particular directores clínicos, que pelas suas funções estão em contacto com os media. Temário: a situação dos media em Portugal; a saúde e os media; a saúde como a especialidade na imprensa generalista; comunicação de crise; novas tecnologias de informação; medicina e jornalismo: ética cruzadas; media training Imprensa; media training audiovisuais; os médicos e a obrigação de comunicar.

INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EM SAÚDE (2005) – O Seminário, em regime residencial, destinou-se ao aperfeiçoamento profissional de cerca de 20 jornalistas, especialistas em temas de saúde. Temário: Ensaios clínicos: desenho, regulamentação e ética; Inovação e propriedade intelectual; Investigação básica e aplicação clínica em Portugal; Terapias avançadas: terapia génica, terapia celular, engenharia de tecidos; Clonagem, células estaminais e aplicação na nova medicina; Novas doenças, novas terapêuticas; Novos equipamentos no tratamento das doenças cardiovasculares.

SEMINÁRIO A SAÚDE NOS MEDIAQUANDO A NOTÍCIA NOS BATE À PORTA (2004) – Visou o aperfeiçoamento profissional, com cerca de 20 jornalistas em matérias relacionadas com a saúde

JORNALISMO DE SAÚDE (2003, Coimbra) – O seminário residencial destinou-se ao aperfeiçoamento profissional que abrangeu 20 jornalistas em matérias relacionadas com a saúde. Temário: Educação para a saúde e prevenção da doença; Comunicação de risco em saúde pública; Comunicação e marketing em saúde: Medicinas alternativas; Experiências de privatização da saúde; Investigação e cooperação internacional; Ensaios clínicos e medicamentos inovadores; Os riscos dos profissionais da saúde; Saúde mental. Tratamento e inserção social; Toxicodependência. Modos de prevenir; Negligência médica; Éticas cruzadas dos jornalistas, políticos e profissionais da saúde.

SAÚDE NOS MEDIA: O RIGOR DA NOTÍCIA (2012) – Workshop para médicos

 

PLANEAMENTO E ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO (2002) – O objetivo deste Seminário foi o de propiciar conhecer melhor os diferentes mecanismos legais que permitem às autoridades públicas intervirem no ordenamento do território, compreender a sua filosofia, estudar os diferentes níveis de planeamento existentes (nomeadamente os Planos Estratégicos, os Planos Regionais de Ordenamento do Território e os Planos Directores Municipais), assim como testar o grau de coordenação existente entre as autoridades locais e a administração central. Abordou-se igualmente a política europeia neste domínio e a forma como estas se articulam e condicionam os planos elaborados no país. O Seminário teve como foco a região de Lisboa e Vale do Tejo, permitindo igualmente um conhecimento mais profundo dos instrumentos de planeamento aí existentes.

REGRAS DA CONCORRÊNCIA NA UNIÃO EUROPEIA (2001) – Este seminário teve como objetivo aprofundar a compreensão das regras da concorrência a nível europeu. Refletir de forma sistematizada em torno das regras de concorrência aplicadas aos sectores da indústria, do comércio e dos serviços. Promover o estudo de casos mais polémicos em Portugal. Com a duração de 3 dias, 6 sessões convidamos especialistas nas regras da concorrência e globalização, regras da concorrência e concentração, concorrência no mercado comunitário e foram estudados dossiês portugueses neste domínio.

POLÍTICA AGRÍCOLA COMUM  (2000) – Este seminário PAC que decorreu entre 22 e 25 de março, no Centro de Formação do Vidago, instalações pertencentes ao Ministério da Agricultura, incluiu uma visita de campo às Terras do Barroso, beneficiando os participantes da análise no local, da aplicação de princípios enunciados em sala, principalmente no capítulo da Segurança Alimentar.

SEMINÁRIO JORNALISMO JUDICIÁRIO (em Lisboa e no Porto, 1998). Em parceria com o Centro de Estudos Judiciários, o objetivo destas ações consistiu na compreensão do sistema judiciário e na reflexão sobre temas de ética e direito da informação, consciencializando os jornalistas das suas responsabilidades civis e criminais e sobre as fronteiras entre o direito à informação dos cidadãos e o dever do respeito da vida privada e do segredo de justiça

UNIÃO ECONÓMICA E MONETÁRIA (Estoril, 1997) – Seminário com o apoio da Comissão Europeia, dedicado a jornalistas de economia e finanças.

© Observatório da Imprensa. Todos os direitos reservados